PROCURANDO POR ALGO?

terça-feira, 24 de julho de 2018

Comer queijo não causa problemas no coração

Estudo americano descarta supostos malefícios desse tipo de laticínio
(foto: Pixabay)
Para quem é natural de Minas Gerais, é quase impossível não consumir queijo na dieta. O problema é que muita gente deixa de lado o produto por considerar calórico demais ou por conter "gorduras ruins" – exceto os considerados "magros", como cottage e ricota. Porém, uma ótima notícia para os amantes de queijo acaba de ser divulgada nos Estados Unidos: estudo publicado no periódico científico American Journal of Clinical Nutrition descobriu que as gorduras encontradas nesse tipo de laticínio e outros produtos à base de leite integral não causam risco aumentado de ataque cardíaco ou de derrame.

Claro, se você é intolerante à lactose ou alérgico a laticínios, provavelmente ainda vai precisar evitar o queijo. No entanto, o estudo sugere que deixar de comer como forma de proteger o coração não ajuda em nada. "Nossa pesquisa se soma a um crescente número de evidências que não encontraram danos relacionados a doenças cardíacas ou mortalidade global associada ao consumo de alimentos lácteos integrais", afirma Marcia Otto, professora assistente do departamento de Epidemiologia, Genética Humana e Ciências Ambientais da Escola de Saúde Pública da Universidade do Texas, nos EUA, em artigo de divulgação da pesquisa. Além disso, os cientistas também descobriram que um dos três ácidos graxos presentes na gordura do leite, na verdade, está ligado ao menor risco de derrame entre adultos mais velhos.

A professora alerta, no entanto, que mais pesquisas são necessárias, mas, ainda assim, aproveita para criticar as "fake news" (notícias falsas) que relacionam certos alimentos a supostos problemas de saúde, levando em conta informações limitadas. "Fazer julgamentos sobre a saúde alimentar com base em apenas um nutriente pode levar à confusão e à desinformação. Quando se trata de padrões alimentares saudáveis, é muito importante não selecionar ou evitar qualquer alimento baseado em um único nutriente, mas olhar para os alimentos como um todo", comenta Marcia Otto.

LEIA MAIS EM...

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK