PROCURANDO POR ALGO?

quinta-feira, 5 de junho de 2014

História de Cristo Redentor

História de Cristo Redentor

Cristo Redentor
Cristo Redentor, este é o nome do grande monumento que abraça o Rio de Janeiro e todos aqueles que confiam na salvação de Cristo. Para entender melhor o significado da imagem é preciso dividir a palavra e estudar seus significados separadamente. A palavra Cristo vem do grego e significa “Ungido, escolhido”. A palavra “Redentor” vem do latim e significa “aquele que salva da escravidão, aquele que liberta, libertador”.
Portanto, o nome Cristo Redentor é carregado de significados profundos. O Cristo Redentor é o Escolhido de Deus para libertar a humanidade da morte e do pecado. Sob este ponto de vista, o monumento ao Cristo Redentor na cidade do Rio de Janeiro ganha outro significado, muito mais belo e cheio de sentido.
Deus queira (e quer!) que Ele seja realmente o Ungido que liberta a cada um de nós da morte e do pecado. Para que Ele seja o nosso libertador, basta pedir a ele, unir-se a Ele, entregar-se a Ele.

A história de Cristo Redentor, o monumento do Rio de Janeiro

A primeira vez que a construção de uma estátua em homenagem ao Cristo Redentor foi sugerida, aconteceu em 1859. A sugestão foi do Padre Pedro Maria Boss, e foi feita à Princesa Isabel. Na época, já havia uma estrada de terra que dava acesso ao topo do Corcovado, que fora construída em 1824.
A sugestão do padre Pedro era a de construir uma estátua de Cristo no alto do Corcovado, abençoando a cidade que ficava embaixo. A ideia, porém, ficou de lado e só foi retomada 62 anos depois, em 1921. Ela foi retomada por causa da aproximação da data dos cem anos da Independência do Brasil. Então, os governantes acharam que seria uma bela forma de comemorar essa data tão importante: erigir uma grande estátua homenageando a Cristo Libertador em comemoração à “libertação” do Brasil em relação a Portugal.

Obra brasileira

Construir uma obra do porte do Cristo Redentor era algo muito difícil na época. Ainda hoje o seria. Tanto que a pedra inaugural foi colocada no dia 4 de abril de 1922. As obras, porém, começaram somente quatro anos depois, em 1926. A obra recebeu o poio e a colaboração de muita gente tanto do povo, quanto de pessoas especializadas. 
O autor do projeto foi o engenheiro Heitor da Silva Costa. O criador do desenho foi o artista Carlos Oswald. O francês Paul Landowski foi o responsável pelos braços e pelo rosto do Cristo. Por causa deste escultor francês, muita gente pensou que a obra seria um presente do governo da França ao povo brasileiro, mas isso não é verdade. Trata-se de uma obra brasileira.

Cristo Redentor, um dos maiores feitos da engenharia

A obra magnífica do Cristo Redentor e sua construção no alto do corcovado, a 709 metros de altitude, é vista como um dos maiores feitos da engenharia do Brasil até os dias de hoje. A imagem foi toda feita no concreto armado e recebeu um ótimo revestimento de pedra sabão, levada de Minas Gerais.

Inauguração

As obras começaram efetivamente em 1926 e duraram cinco anos. A inauguração aconteceu num dia muito especial: 12 de outubro de 1931, dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Na base da estátua, que mede 8 metros de altura, há uma capelinha em homenagem a Nossa Senhora Aparecida, onde se celebram casamentos e batizados.

Santuário de Cristo Redentor

No dia 12 de outubro de 2006, quando a estátua completou 75 anos, o local foi transformado em santuário pertencente à Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Cristo Redentor, um das 7 maravilha do mundo moderno

O Cristo Redentor foi escolhido por votação popular como uma das sete maravilhas do mundo moderno. A estátua mede 30 metros, sem contar sua base, que mede 8 metros. Ao todo, são 38 metros de estátua e beleza, que se transformou numa marca do Rio de Janeiro, do Brasil e da América Latina. Com efeito, grande parte do povo latino americano considera o Cristo Redentor como um símbolo não só do Brasil, como também de toda a América Latina.

Não só uma estátua

Quem dera o Cristo Redentor seja para todos nós, não apenas uma estátua, mas sim o nosso redentor pessoal, aquele que nos liberta da escravidão do pecado, da morte, da distância de Deus. Ele é o “nosso Redentor”. Por isso, permitamos que Ele seja, de fato e de verdade, nosso Redentor pessoal, que entra na nossa vida e nos liberta do mal e de tudo aquilo que nos separa de Deus. É isso que representa usar uma medalha do cristo Redentor.


Confira as medalhas de Cristo Redentor
CSREPL - Medalha Cristo Redentor em prata de Lei cravejada Esmeraldas ANCRP - Anel Cristo Redentor em prata de Lei CSRDO - Medalha Cristo Redentor em ouro 18K cravejada de Diamantes CSRO - Medalha Cristo Redentor em ouro 18K




FONTE:
TURMA DO BAFÔEMTRO

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: josenidelima@gmail.com FAVOR INFORMAR O LINK