PROCURANDO POR ALGO?

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Laylno Kris visita o Sítio Nova Olinda em Aracoiaba

Tudo começou quando postei uma foto lá no meu instagram .
Ao chegar no meu local de trabalho, meu parceiro perguntou se no sítio tinha mangas. Falei pra ele que fazia tempo que não descia para as mangueiras, mas se ele quisesse ir à tarde, seria um prazer recebê-lo em minha residência.
Choveu muito à tarde na cidade de Aracoiaba, e como havia ficado combinado, ele chegaria lá em casa três horas da tarde.
Eram três horas da tarde quando recebi um telefonema do meu parceiro e companheiro de trabalho, Laylno perguntando se o clima estava bom pra irmos pegar mangas, como já descrevi, tinha chovido bastante em nossa cidade.
Tudo acertado e combinado, quando percebi a chegada da visita em minha residência na tarde desta quinta-feira, 19 de fevereiro.
Chegou de carro e foi logo estacionando-o na sombra das árvores. Percebi que o ronco do motor de seu carro estava diferente.
Deu uma olhada no carro, pra ver se tinha algo errado no mesmo.
Perguntei se tinha trazido saco pra levar as mangas. Me respondeu que tinha trazido dois, sendo um pequeno no caso de não ter muita manga e outro grande, se porventura achasse muitas mangas.
No caminho até as mangueiras fomos conversando e falando de quanto tempo o mesmo não visitava o rio e as lembranças vieram à tona de quando ele vinha com seus amigos brincarem no Rio Candeia.
Atravessamos o rio e fomos logo procurando mangas por todo o trajeto. Achamos algumas, mas não era o suficiente pra encher o saco pequeno.
Avaliou o tamanho das mangueiras e o local. Percebeu que em cima das mesmas ainda tinha muitas mangas e o "negócio" era começar a rebolar pra tentar derrubá-las.
Procurou vários REBOLOS de todos os tamanhos possíveis. Avaliou-os e "gostou" de um em especial que o chamamos de "MELADINHO". Não largava dele. Era o seu predileto, pois com ele conseguia êxito quando atirava em direção das mangas para derrubá-las. Veja o vídeo.
Enquanto ele atirava os paus na tentativa de derrubar as mangas, eu ia colhendo fotografias do local, filmando e algumas de suas conquistas e alegrias quando conseguia derrubar uma manga.
Só mesmo nós dois sabemos as proezas que o mesmo conseguiu nesta tarde prazerosa.
Nos divertimos muito.
Chegou um momento em que o Laylno cansou de tanto dar reboladas. Resolvemos voltar, mas antes tirei uma selfie de suas conquistas e de seu troféu.
Chegando no Rio Candeia, paramos pra lavarmos as mãos e os pés. Aí a tristeza tomou conta de nós. Vimos o quanto é desolador a situação do rio. Novamente nos vieram as lembranças daquele rio exuberante com suas águas tomando às margens. Muitas pessoas tomando banho, e se divertindo em suas águas. 
Hoje só restam muitas areias e buracos. O pouco de água que ali encontramos só dar para os animais beberem; veja o vídeo
Após todas aquelas lembranças, avistamos um coqueiro que não quer desistir de crescer. Perguntamos: "Até onde ele vai parar de crescer"? 
Obrigado meu Deus!!
Chegamos lá em casa e lá vai a dor de cabeça: O CARRO EM QUE O LAYLNO ANDAVA NÃO PEGAVA...

CONFIRA ABAIXO TODO ESSE RELATO ATRAVÉS DE FOTOS :
MANGAS NA FRUTEIRA
CHOVEU DEMAIS NO SÍTIO




MANGAS - MANGUEIRA ALTA

MANGUEIRA MUITO ALTA

LAYLNO COMEÇOU A DERRUBAR MANGAS

MANGAS ENCONTRADAS NO CHÃO, EM CIMA DO SACO PEQUENO

EXIBINDO SUAS CONQUISTAS

ESSA DEU TRABALHO PRA DERRUBAR - Meladinho na mão

SEUS REBOLOS - suas armas pra conseguir derrubar as mangas

Enquanto o Laylno derrubava manga, eu fotografava o que via pela frente - CUPIM DA ESTACA


MANGAS VERDINHAS - Ainda vão madurecer

MANGAS QUASE "DE VEZ"

FOLHA CAÍDA AO CHÃO

SEU RESULTADO FINAL - MANGAS NO SACO GRANDE

LAYLNO EXIBINDO O SEU TROFÉU E O SEU COMPANHEIRO - MELADINHO NA MÃO

RIO CANDEIA - A água que resta no Rio ( LAYLNO )

UM COQUEIRO QUE NÃO PÁRA DE CRESCER

ESTERCO

FOTOS:
INSTAGRAM DE JOSENI PARCEIRO

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK