PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 21 de março de 2015

Festa no céu: sexta-feira foi marcada por eclipse solar, equinócio e superlua

MUNDO
Brasil só pôde acompanhar a superlua; próxima ocorrência será na Lua Cheia, dia 29 de agosto
Da Redação, com agências (redacao@correio24horas.com.br)

A sexta-feira foi marcada por belas imagens no céu. Isso por conta de três fenômenos astronômicos que aconteceram ontem: eclipse solar, equinócio e superlua. 
O único que pôde ser acompanhado do Brasil foi a superlua – fenômeno que acontece com o alinhamento entre Sol, Terra e Lua, durante o perigeu, que é o ponto mais próximo da Terra na órbita da Lua. 
A combinação de três imagens mostra a progressão do único eclipse solar total de 2015 (Foto: Frederick Florin/ AFP)
Por estar mais próxima da Terra, vemos a Lua mais brilhante que o normal e ela pode parecer até 14% maior em tamanho. Em média, a Lua encontra-se a uma distância de 384.400 km da Terra. Quando está mais longe, ela fica a até 405.696 km do nosso planeta. Porém, em um evento como a superlua, essa distância pode chegar a 363.104 km.
Mas, para visualizar bem a superlua, é necessário ter boas condições climáticas e o ideal é ver o fenômeno durante a Lua Cheia. Ontem, o evento foi prejudicado pela mudança de fase da Lua para a Lua Nova. A próxima superlua, dessa vez na Lua Cheia, acontecerá  dia 29 de agosto.
Estátuas da Catedral de Milão, na Itália, testemunham o fenômeno (Foto: Giuseppe Cacace/ AFP)
Somente os moradores de países do Hemisfério Norte tiveram o privilégio de assistir ao único eclipse solar total de 2015, quando há o bloqueio da luz solar devido à passagem da Lua exatamente em frente ao disco do Sol, projetando a sombra na superfície da Terra.  “Como a Lua está um pouco distante da Terra, a projeção da sombra não é tão extensa e fica muito localizada em algumas regiões do planeta”, explica o astrônomo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Daniel Mello.
Segundo Mello, o eclipse solar, como o que ocorreu ontem, é mais raro que os demais. “Para que haja eclipse total, o disco da Lua tem que passar exatamente pelo disco solar. Quando é parcial, o disco da Lua passa um pouco acima ou abaixo”, diz.
Crianças assistem ao eclipse solar em Glasgow, na Escócia (Foto: Andy Buchanan/ AFP)
Já o equinócio não tem um efeito visual assim como a superlua e o eclipse. É um fenômeno astronômico que acontece quando o Sol cruza diretamente a Linha do Equador e a noite e o dia têm exatamente a mesma duração (12 horas). O equinócio dessa sexta-feira marcou a chegada do Outono no Hemisfério Sul e ocorreu às 19h45, horário de Brasília, segundo o Observatório Nacional.
Pelos dados da Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, o próximo eclipse solar total está previsto para 9 de março de 2016, nas regiões da Ásia, da Austrália e do Pacífico. A Nasa elaborou um estudo com a previsão dos próximos eclipses até 2100. 
Moradores de Svallbard, Noruega, encararam a neve para ver o eclipse (Foto: Haakon Larsen/ AFP)

FONTE:
http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/sexta-feira-e-marcada-por-eclipse-solar-equinocio-e-superlua/

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK