PROCURANDO POR ALGO?

quinta-feira, 16 de abril de 2015

WhatsApp da polícia ajuda a achar desaparecidos através de aplicativo

Cada vez que uma pessoa desaparecida ou perdida é avistada, qualquer cidadão pode enviar informações ao número de telefone

Clarissa Pacheco (clarissa.pacheco@redebahia.com.br)


Quando uma pessoa desaparece em Salvador, a responsável pelas buscas é  a Delegacia de Proteção à Pessoa (DPP), localizada na Pituba. Normalmente, as informações sobre pistas chegavam pelo telefone 3116-0357. Ou, mais recentemente, pela página da delegacia no Facebook.
E, agora, a possibilidade de contribuir  ganhou ainda mais força. Desde a última segunda-feira, os 13 agentes comandados pela delegada titular da DPP, Heloísa Simões, tem os seus computadores  linkados ao WhatsApp (telefone 71-8643-4007). Assim, cada vez que uma pessoa desaparecida ou perdida é avistada, qualquer cidadão pode enviar informações e até fotografias ao número de telefone.
“Já recebemos 30 mensagens em dois dias de serviço. Na verdade, as mídias sociais têm sido bastante utilizadas pelos órgãos de segurança pública, para desmontar organizações criminosas e encontrar desaparecidos”, disse a delegada ontem à tarde. 
A iniciativa partiu da própria equipe, depois do sucesso do da página da delegacia no Facebook e do aplicativo SIPP (Sistema de Informação para Proteção à Pessoa). No Facebook, a DPP tem mais de 4 mil seguidores.
“O Facebook tem um resultado excelente, porque 70% das nossas ocorrências envolvem adolescentes em conflitos familiares. Quando a gente posta uma foto na página da delegacia,  posta também no perfil do procurado. Ele vê, sabe que a polícia está procurando e acaba retornando”, diz.
Eficiência
Para a delegada, há dois tipos de desaparecidos: os que querem e os que não querem ser encontrados: “Quando a pessoa quer, é fácil tirar uma foto e enviar para o WhatsApp. As que não querem, a gente sugere que a pessoa converse, tente ganhar tempo e ligue para a polícia”.
O retrospecto do trabalho da delegacia baiana é positivo. Somente no ano passado, foram registrados 326 casos de desaparecidos na DPP. Destas, 318 foram encontradas. Este ano, de janeiro a março, foram 75 casos registrados. Até agora, 71 foram localizados.

LEIA MAIS

FONTE
http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/whatsapp-da-policia-ajuda-a-achar-desaparecidos-atraves-de-aplicativo/

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK